Ilha da Gigóia: um belo refúgio de tranquilidade e bons restaurantes no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro é uma cidade muito interessante, pois apesar de todo seu caos, trânsito e barulho, ela ainda mantém alguns lugares que são verdadeiros refúgios de paz e tranquilidade desconhecidos de muitos moradores da cidade. Um desses lugares, ainda pouco conhecidos de alguns cariocas é a Ilha da Gigóia, uma delicia de lugar localizado no início da Barra da Tijuca que invariavelmente encanta a todos os visitantes que por ali desembarcam.

Ilha da Gigóia

A Bucólica Ilha

A Ilha da Gigóia é um pequeno bairro localizado no inicio da Barra com aproximadamente 3.000 habitantes, clima bucólico de cidade de interior e um visual incrível principalmente no por do sol.

Algumas coisas tornam esse lugar muito especial, a principal delas é que para chegar até a Gigoia você precisa pegar um barquinho. E a impressão que tenho é que no momento em que começamos a cruzar o canal de Marapendi, deixamos os problemas em terra e talvez por isso o clima nesse lugar seja muito leve, e a vida caminhe em uma velocidade muito mais tranquila.

Ilha da Gigóia

Esse lugar já é meu velho conhecido, frequento a Ilha a muitos anos e sempre que posso bato ponto por lá, especialmente quando tenho algum amigo turista na cidade.

A ilha é o tipo de programa que eu gosto de fazer: um visual lindo, um vento no rosto, o som do silêncio, um bonito por do sol, uma boa comida … a cada vez que pego aquele barquinho me encanto com a  poética travessia e esqueço da vida. Confesso que por algumas vezes já pensei até em morar nesse lugar, mas essa agradável ideia talvez não funcione muito bem para alguém que subestima o relógio, como eu. Depender da logística de barco diariamente, exige um excelente planejamento  para garantir chegar no horário marcado nos compromissos e após alguma ponderação, desisti por hora desse projeto.

Ilha da Gigóia

 

Como chegar na Ilha da Gigóia

Para chegar até a Ilha é necessário pegar um barquinho (chalana) no pier localizado em uma rua ao lado do prédio da Unimed da Barra(Avenida Armando Lombardi, 400). O preço da travessia varia de acordo com o destino na Ilha, mas normalmente custa em torno de R$ 5,00, não dura mais que 15 minutos e não é necessário agendar o barco com antecedência, pois a todo momento chega uma chalana no deck.


Minha sugestão é que você venha até a Barra de Metrô, até porque a estação Jardim Oceânico tem uma saída na frente da Unimed. Outra razão para isso são as boas opções de caipirinhas e cerveja gelada ou até mesmo vinho nos restaurantes da ilha e para aproveitar isso, dirigir não pode fazer parte do programa.

Mas caso, ainda assim, você queira vir de carro, pode estacionar no Shopping Barra Point (Av. Armando Lombardi, 350) localizado ao lado da Unimed, a partir daí você decide ou caminhar até o pier e pegar um dos barcos ou ligar para um dos barqueiros e ele pega você ali mesmo no shopping.

 

Bons restaurantes da Ilha da Gigóia

Bom, mas vamos falar de boa comida, afinal também é parte importante desse programa.

A ilha tem bons restaurantes, cuja principal especialidade (em quase todos) é frutos do mar. Como estive na ilha na semana passada com uns tios de Brasília, e vários amigos me pediram dicas dos  restaurantes de lá, segue uma listinha com boas opções pra facilitar a sua vida:

 

Laguna – O Laguna é um daqueles restaurantes que é impossível ir e não se apaixonar. Seja pelo lugar, pela decoração e clima ou pela comida. O lugar é tão charmoso e a comida tão gostosa que a alguns anos ele ocupa lugar na minha lista entre os meus queridinhos no Rio de Janeiro.

Restaurante Laguna: Ilha da Gigóia

O lugar com decoração bacana, rústica e ao mesmo tempo sofisticada, constantemente é cenário de casamentos e outros eventos e por isso é necessário fazer reserva c antecedência. Seja de dia (com o visual da ilha) ou á noite (com suas tochas e luz de velas) o lugar é uma graça.

A casa tem uma moqueca alagoana muito boa e excelentes frutos do mar grelhados. Minha sugestão é a capivodka de maracujá, o delicioso pastel de Camarão com Molho de tomate e Catupiri (Maravilhoso!!), a deliciosa chapa de frutos do mar grelhados – Camarão, Lula, Polvo & Peixe!! E para sobremesa o bolo de chocolate laguna.

 

O Laguna tem preços acima  e da média   dos demais restaurantes da ilha, mas é uma proposta mais sofisticada.

Caso você queira consultar os preços: Cardápio Laguna

 Laguna – Ilha da Gigóia, 34 – Barra da Tijuca – Tel: 2495-1229

 

Cais Bar: O cais bar é um bar despojado com boas opções de petiscos, cerveja gelada e boa comida. O lugar é simples, mas muito gostoso e com bom preço. Ele foi nossa escolha na semana passada e saímos de lá muito felizes.

Minha sugestão por aqui é original gelada, pastel de camarão e siri ou o mix de frutos do mar empanado (lula, peixe e camarão), todos frescos e sequinhos. Para almoço, o bobó e o peixe frito (normalmente todos são frescos) são excelentes opções. Vale dizer que a caipirinha de frutas vermelhas da casa estava maravilhosa e o atendimento é super atencioso.

Restaurante Cais Bar - Ilha da Gigóia

Cais Bar – Alameda dos ingas 190A – Barra da Tijuca – Tel: (21) 97477-9019

Abre todos os dias da semana para almoço.

 

Caiçara Bar: O caiçara talvez seja o bar mais animado da Ilha. Além de servir uma boa comida, o bar frequentemente recebe shows e tem programação musical e teatral super variada.

Por aqui gosto da Lula frita, da caipi de tangerina com gengibre. O lugar é rústico, a comida é boa e o preço é médio, mas o lugar é bem animado.

O Bar recebe shows ao vivo às sextas e sábados e domingos, no final da tarde para celebrar o por do sol e nos dias de show o lugar enche, melhor chegar mais cedo.

No Caiçaras tem almoço aos sábados, domingos e feriados, das 13h às 18h.

Caiçara Bar: Ilha da Gigóia
Foto: o que fazer no Rio

Para saber a programação dos shows, clique aqui

Caiçara Bar – Dr. Sebastião de Aquino, 170 – Barra da Tijuca – 2484-7983

 

Bar do Cícero: O bar também é uma ótima opção para comer bons frutos do mar. Por aqui gosto da caipirinha de lima da pérsia, do caldo de camarão, do pastel de camarão com catupiri e o de lagosta, e o bobó e a moqueca da casa são super gostosos.

Bar do Cícero: Ilha da Gigóia

O Cícero abre para almoço todos os dias.

Bar do Cícero –  Ilha Primeira – Estr. da Barra da Tijuca, 793 – Ilha da Gigóia – 2493-8053

 

Pizzaria alla pergola:  Para felicidade total da Paty, há uma boa pizzaria na Ilha da Gigóia. O lugar com decoração rústica, clima romântico a luz de velas, prepara boas pizzas com massa fina no forno a lenha.

Por aqui boas opções de pizzas e risotos a preço justo, minha sugestão é a La favorita (com mussarela, azeitona, funghi, queijo emmental e presunto cru).

Pizzaria alla pergola - Ilha da Gigóia

Vale dizer que a pizzaria não tem vista pra lagoa, mas ainda assim vale a pena.

Pizzaria alla Pergola – Ilha da Gigóia, 11, Barra da Tijuca – (21) 2051-4015

Maracuya – O peruano da Ilha foi aberto a poucos meses, e ainda não tive o prazer de conhecê-lo. Já li e ouvi algumas pessoas falando bem principalmente do mix de ceviches e do Pisco Sour. Como adoro essa cozinha, já coloquei na minha listinha para próxima visita a Ilha.

Aberto de 12h as 22h

Maracuya – Ilha Primeira 13, Barra da Tijuca – 2492-1767

 

Sugiro que você aproveite o próximo final de semana e vá conhecer essa delícia de lugar, acho que você vai virar fã e voltar muitas vezes.

Ilha da Gigóia

Sugestão da Paty: O por do sol daqui é lindooooooo, venha para um almoço mais tarde e ao final vá fazer um passeio pelas ilhas para conhecer a região e assistir esse espetáculo de vários ângulos diferentes. O Valor do passeio custa em torno de 20,00 por pessoa com qualquer um dos barqueiros.

18 comentários em “Ilha da Gigóia: um belo refúgio de tranquilidade e bons restaurantes no Rio de Janeiro

  1. Não conhecia a Ilha da Gigóia, que local encantador. Penso que deva ser uma experiência incrível, utilizar o “barquinho” para chegar até a ilha. Fiquei muito curiosa sobre o local. Parabéns pela postagem.

  2. Que charme a Ilha da Gigóia, uma graçinha! Realmente passa um ar de tranquilidade!
    O Rio sempre me surpreendendo! Se eu morasse aí também iria querer bater ponto nela! rss! Linda demais!
    Boa sugestão essa de ir de metro para curtir uma caipirinha! haha! Fiquei com vontade agora! rss! E de comerrr! Cada restaurante show! haha!
    Esse passeio de barco parece valer muito a pena! Além de baratinho, deve ser lindo poder ver o pôr do Sol de vários ângulos! Alias, a foto de vocês ficou demais! *-*
    Amei o post, gratidão por compartilhar sobre esse lugar lindo! Com ctz vou querer conhecer quando for pro Rio!

  3. Ei Paty, que dica interessante essa!
    Visitar esta ilha no fim de tarde, curtir uma musiquinha ao vivo e tomar uma caipirinha com aqueles pasteizinhos de tira gosto deve ser um programasso mesmo… na minha próxima ida ao Rio, certeza que vou querer conhecer!

    Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *